Velas de ignição e seu tempo de vida nos motores 1.0 e 1.6

Velas de ignição: Suas diferenças entre motores 1.0 e 1.6

Velas de Ignição. Apesar de ser um assunto que muitos reparadores dominam, outros ainda o desconhecem. Localizada no cilindro do motor de combustão e inflama a mistura comprimida de ar/combustível por meio de uma faísca elétrica.

A vela de ignição possui um corpo em cerâmica, que suporta altas temperaturas, que é o isolador. Dentro da cerâmica há um eletrodo, o eletrodo central. Entre esse eletrodo e o isolador, há uma mistura de vidro e metal.

vela de ignição

A parte inferior da peça é a chamada de Castelo, e é ela que vai auxiliar a instalação e remoção da mesma no bloco do motor. Fixado no Castelo há ainda um outro eletrodo lateral, e é entre o eletrodo externo e central que será gerada a fagulha.

 

Velas de Ignição: Seu funcionamento nos diferentes Motores

Como sabemos o motor 1.0 é diferente de 1.6. Assim, as velas também são diferentes e a manutenção entre os dois motores também. Assim o que precisamos saber é que para os motores 4 cilindros, a troca é bem antecipada: a cada 60 mil quilômetros.

Já no de 3 cilindros, essa troca ocorre bem mais tarde. Aqui o investimento da peça é maior, porque seu tempo de vida é maior, cerca de 160 mil quilômetros.

Vale lembrar que esse números fazem parte de uma normalidade no manual do proprietário; desgastes, combustível adulterado e outros problemas relacionado a manutenção podem acarretar na troca de vela de ignição mais rapidamente, tanto no motor 1.0 quanto do motor 1.6.

 

Velas de Ignição: dicas

Grau térmico: Outro ponto importante é o grau térmico, e consequente a sua aplicação. Portanto atenção na correta aplicação da vela de ignição, pois seu seu grau térmico é fundamental para manter  a vela na temperatura certa de trabalho e sempre efetuar a correta queima da mistura: ar e combustível, e ainda fazer com que a peça se mantenha sempre limpa e não venha a carbonizar.

Controle de redução: Esses são os controles feitos pelo sistema para adequar o mapeamento da ignição, ainda mais relevante em tempos com grandes quantidades de combustível adulterado. As falhas nas velas de ignição são causadas pelo desgaste natural da peça. Assim a abertura vai aumentando conforme elas desgasta, isso porque sempre há um pequeno desgaste do material no momento da centelha.

Atualmente a maior parte das falhas causadas nesse sistema é decorrente do uso de combustível adulterado, lembre-se sempre de levar essa possibilidade em consideração quando se deparar com algum problema na vela de ignição de um veículo. Observar as fontes do combustível que se usa no veículo também faz parte da manutenção preventiva.

Velas de Ignição: Sinais de Problemas

Um dos aparentes sinais de problema que a vela apresenta é trepidação na marcha lenta, partida longa, principalmente quando o carro está frio e consumo excessivo de combustível.

 

Alguns tipos de Velas de Ignição:

Vela Platina

Pode ter duração de até 60 mil km por ter um material mais nobre.

São as velas que possuem ponta de platina no eletrodo central e pastilha de platina no eletrodo lateral. Ela proporciona um desempenho ainda melhor em sistemas de ignição do tipo estático, sem distribuidor, pois alia a durabilidade e ignibilidade da platina nos dois eletrodos da vela.

Vela Iridium

Essas velas possuem ponta de Iridium no eletrodo central, voltadas a motores de alta performance. O Iridium é um metal nobre. Possui alta resistência ao desgaste, possibilitando a redução do diâmetro do eletrodo e melhorando sua ignição e durabilidade.

Outras vantagens do uso da vela de Iridium são:

  • Maior economia de combustível;
  • Maior estabilidade de marcha lenta;
  • Redução na emissão de poluentes;
  • Partidas mais fáceis;
  • Menor possibilidade de falhas de ignição;
  • É uma vela do tipo resistiva evitando interferência em sistemas eletrônicos.

Velas de Ouro-Paládio no Eletrodo Central

Essas velas possuem eletrodo central de ouro-paládio com diâmetro de 1,00 mm. Possui elevado poder de dissipação de calor, maior resistência as condições críticas de trabalho dos motores de competição e excelente ignibilidade. Estas características são altamente exigidas nos motores preparados para alto desempenho.

Velas de descarga semi-superficial

Aplicadas em competições de alto desempenho onde os motores atingem altas rotações de trabalho que geram altos níveis de vibrações mecânicas. Estas velas não possuem eletrodo lateral e resistem muito bem às necessidades dos motores de competição de alto desempenho, oferecendo um elevado grau de dissipação térmica.

Agora você já conhece um pouco mais sobre velas e cabo de ignição e também sabe de suas consequências caso elas estejam com problemas, você não vai querer ficar na mão. Que tal confira em nossa loja a peça que seu carro precisa? São mais de 80 mil itens em autopeças, entrega rápida, pagamento facilitado e compra 100% segura.

Não sabe o modelo da vela do seu carro? Sem problemas, confira no catálogo a peça por identificação do código, modelo do carro, motor, combustível e ano.

 

Nós do UMEC desejamos que seu veículo esteja sempre muito bem cuidado e estamos à disposição para qualquer necessidade, pode nos contatar por whatsapp: (11)2902-1907 ou visite nossa página na web:https://www.umec.com.br/, além de disponibilizar vídeo aulas somos também uma loja de comércio online com mais de 80 mil itens em catálogo. 

Acompanhe o UMEC nas mídias sociais e tenha acesso a cursos gratuitos sobre mecânica. Você também fica por dentro das dicas de manutenção e de descontos nas compras de peças e produtos automotivos.

Loja UMEC: www.umec.com.br
Cursos de mecânica grátis: cursos.umec.com.br
Facebook: facebook.com/universodomecanico
Youtube: Youtube.com/UmecOficial
Instagram: @universodomecanico

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *